Sexta-feira, 8 de Dezembro de 2006

Morreu o historiador Joseph Ki-Zerbo

Ki-zerbo e Leopoldo Amado
O historiador e político burquino Joseph Ki-Zerbo (1922-2006) morreu na segunda-feira em Ouagadougou, capital do Burkina Faso. Autor de uma obra de referência sobre o continente africano, Histoire de l"Afrique Noire (Paris, Hatier, 1972), Ki-Zerbo foi o primeiro negro a tornar-se professor agregado de História na Sorbonne, na década de 50, e um dos primeiros a refutar academicamente a tese de que a África Negra não tinha cultura nem história. Natural de Toma, no então Alto Volta, fez os estudos liceais em Bamako, no Mali, onde ganhou uma bolsa de estudo para a Universidade de Paris. No final dos anos 50, regressou à África Negra e instalou-se em Dacar, onde criou o Movimento de Libertação Nacional, uma estrutura fundamental na dinamização dos movimentos independentistas dos países da África Ocidental. Exilado durante longos anos, voltou ao Burkina Faso em 1993 e fundou, no ano seguinte, o Partido para a Democracia e o Progresso, membro da Internacional Socialista. Pertenceu ainda ao Conselho Executivo da UNESCO e foi deputado à Assembleia Nacional. Para Quando África?, a longa entrevista que concedeu a René Holenstein, foi publicada em Portugal pela Campo das Letras, em Março deste ano.
publicado por jambros às 15:02
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Morreu o historiador Jose...

.arquivos

. Dezembro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds